Além da conferência que terá lugar em Glasgow, em novembro, o apresentador de televisão deverá participar noutros eventos internacionais para “apresentar argumentos convincentes aos líderes mundiais, decisores importantes e ao público sobre a importância da ação climática”.

O Reino Unido é anfitrião da 26.ª Conferência das Partes (COP26) da Convenção-Quadro das Nações Unidas sobre as Alterações Climáticas, prevista para ter lugar dentro de seis meses em Glasgow.

O primeiro-ministro britânico, Boris Johnson, disse que “não existe pessoa melhor para imprimir dinâmica para novas mudanças à medida que nos aproximamos” da data.

Attenborough, conhecido pelos documentários sobre a vida animal, “já inspirou milhões de pessoas no Reino Unido e em todo o mundo com a paixão e conhecimento para agir sobre as mudanças climáticas e proteger o planeta para as gerações futuras”, acrescentou Boris Johnson.

Já o naturalista manifestou-se “honrado” pela função num momento “importante” para se garantir “um acordo internacional” para a redução das emissões de gases com efeitos de estufa.

“A epidemia mostrou-nos como é crucial chegar a um acordo entre as nações se quisermos resolver problemas mundiais. Mas os problemas que nos aguardam nos próximos cinco a dez anos são ainda maiores”, vincou.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.