De acordo com a agência de notícias francesa, uma mulher morreu após o desabamento de um muro, em Anse-à-Veau, uma pequena cidade costeira 130 quilómetros (km) a oeste da capital haitiana, Port-au-Prince.

A outra vítima mortal foi registada na cidade de Fonds-des-Nègres, 20 km a sul da capital, após um deslizamento de terras.

A idade das vítimas não foi divulgada pelo diretor da proteção civil haitiana, Jerry Chandler.

As equipas de resgate presentes nas áreas afetadas relataram à AFP vários feridos ligeiros e danos em pelo menos 35 casas em Anse-à-Veau, que se localiza a três km do epicentro do sismo, segundo o Instituto de Estudos Geológicos dos Estados Unidos.

Registado às 08:16 locais, (13:16 em Lisboa), o sismo foi sentido na capital, tendo sido seguido de cerca de 10 réplicas, incluindo uma de magnitude 5,1, menos de uma hora depois.

A península do sudoeste do Haiti já tinha sido atingida, em 14 de agosto, por um forte sismo de magnitude 7,2, que matou mais de 2.200 pessoas e causou a destruição de mais de 130.000 casas.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.