A sondagem dá a Ana Gomes 14% das intenções de voto, mais quatro pontos percentuais do que André Ventura, candidato e líder do partido de extrema-direita Chega (10%).

João Ferreira, o candidato apoiado pelo PCP, surge com 5%, dois pontos percentuais à frente da candidata do Bloco de Esquerda, Marisa Matias, que recolhe 3%.

Nesta sondagem da Católica, Marisa Matias está empatada com o candidato apoiado pela Iniciativa Liberal, Tiago Mayan Gonçalves, que também recolhe 3% das preferências dos inquiridos.

Vitorino Silva, o líder do partido RIR, mais conhecido por Tino de Rans, está na última posição com 2%.

O estudo da Católica para a RTP e o Público indica ainda que 62% dos inquiridos dão por garantido que irão votar no próximo domingo.

Segundo a ficha técnica da sondagem, o inquérito da Universidade Católica foi realizado entre os dias 11 e 14 de janeiro e baseia-se em 2.001 inquéritos válidos a eleitores residentes em Portugal.

Os inquiridos foram selecionados aleatoriamente a partir duma lista de números de telemóvel, também ela gerada de forma aleatória, e as entrevistas foram efetuadas por telefone.

A taxa de resposta foi de 44% e a margem de erro máximo associado a uma amostra aleatória de 2001 inquiridos é de 2,2%, com um nível de confiança de 95%.

As eleições presidenciais, que se realizam em plena epidemia de covid-19 em Portugal, estão marcadas para domingo e esta é a 10.ª vez que os portugueses são chamados a escolher o Presidente da República em democracia, desde 1976.

A campanha eleitoral termina na sexta-feira. Concorrem às eleições sete candidatos, Marisa Matias (apoiada pelo Bloco de Esquerda), Marcelo Rebelo de Sousa (PSD e CDS/PP) Tiago Mayan Gonçalves (Iniciativa Liberal), André Ventura (Chega), Vitorino Silva, mais conhecido por Tino de Rans, João Ferreira (PCP e PEV) e a militante do PS Ana Gomes (PAN e Livre).

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.