O estudo, realizado pelo instituto Ifop a 18 e 19 de maio, mostra uma subida de nove pontos percentuais das intenções de voto em Macron relativamente à sondagem anterior, realizada a 4 e 5 de maio.

Em segundo lugar, surgem Os Republicanos (direita), com 19%, seguidos da Frente Nacional (extrema-direita), com 18%, da França Insubmissa (Esquerda), 15%, e do Partido Socialista, 7%.

O estudo não avança estimativas sobre a distribuição dos 577 assentos da Assembleia Nacional, cuja maioria absoluta é de 290 lugares.

Na análise dos resultados, o instituto de sondagens explica que o movimento de Macron deverá receber nas legislativas o apoio de 12% dos eleitores que na primeira volta das presidenciais (23 de abril) votaram em Jean-Luc Mélenchon (França Insubmissa), 18% dos que votaram François Fillon (Os Republicanos) e 28% dos que votaram Benoît Hamon (Partido Socialista).

Emmanuel Macron, centrista, foi eleito na segunda volta das presidenciais, a 7 de maio, com 66,1% dos votos, derrotando a candidata da extrema-direita, Marine Le Pen, que obteve 33,9%.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.