O homem de 33 anos, mecânico de profissão, foi detido fora de flagrante delito na quinta-feira pela autoria material de dois crimes de homicídio na forma tentada, referiu, em comunicado.

O atropelamento aconteceu na segunda-feira, pelas 06:30, na sequência de um desentendimento ocorrido cerca de meia hora antes entre o detido e as vítimas (pai e enteado).

Após o acidente, o condutor colocou-se em fuga e as vítimas, que sofreram ferimentos ligeiros, foram transportadas para o Hospital de São João, no Porto.

“Inconformados com a atitude insultuosa e agressiva adotada pelo arguido quando interpelado acerca da raça do cão que passeava, os ofendidos decidiram dirigir-se à esquadra da PSP para apresentar queixa contra o mesmo, altura em que foram surpreendidos pela aproximação de uma viatura conduzida pelo ora detido”, explicou a PJ.

Vendo as vítimas no passeio, o arguido acelerou e dirigiu intencionalmente o carro na sua direção, atingindo-os, acrescentou.

O suspeito, com antecedentes criminais pela prática de crimes de roubo e falsificação de documento, vai agora ser presente a primeiro interrogatório judicial.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.