O requerimento do advogado dos dois ex-investigadores da Polícia Judiciária Militar [PJM] foi aprovado no início da reunião da comissão parlamentar de inquérito, com os votos favoráveis de todos os deputados presentes.

As audições daqueles ex-investigadores vão ser as primeiras a decorrer à porta fechada na comissão de inquérito. O advogado invocou “a circunstância de ambos terem sido constituídos arguidos”, a necessidade da “salvaguarda de direitos fundamentais” e o facto de o processo estar em segredo de justiça.

Segundo o requerimento, os dois ex-investigadores receiam que a divulgação das suas declarações “fora do âmbito da comissão de inquérito os possa colocar em risco sério de ofensa à sua integridade física”.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.