O A330Neo, cuja transportadora portuguesa será a primeira companhia a receber e a operar, será entregue hoje pela Airbus à TAP, na presença do presidente executivo da companhia aérea, Antonoaldo Neves, numa cerimónia em Toulouse, França.

A juntar-se a este, e até ao final de 2019, a TAP espera receber mais 36 aviões.

"As novas rotas e a chegada de mais novos aviões serão os marcos do próximo ano. A TAP terá 14 novos destinos em 2019 e um aumento significado da frota, com a chegada de 37 aviões [contando a partir deste A330Neo] até ao final do próximo ano (71 até 2025), que vêm reforçar o nosso compromisso e ambição de continuar a crescer e a oferecer o melhor aos nossos clientes", disse o responsável pelas vendas e 'marketing' da companhia, Abílio Martins, à Lusa.

Em 28 de setembro, aquando a divulgação de resultados do primeiro semestre, a transportadora aérea dizia, em comunicado, que iria receber novos aviões, “nomeadamente o novo A330neo, do qual a TAP será a primeira operadora mundial e que permitirá à companhia lançar mais novas rotas em breve”.

Acrescentava que acredita que o segundo semestre do ano será mais forte, tendo em conta “a contratação e formação de mais pilotos e tripulantes de cabine, bem como alterações à estrutura de planeamento de escalas e medidas para incrementar a pontualidade”.

Em termos de tripulações, a TAP contratou este ano mais de 340 pilotos e 600 tripulantes de cabine, segundo o mesmo responsável.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.