“Decidimos ontem [quarta-feira] aumentar a taxa sobre o combustível perante um aumento significativo do preço dos combustíveis, sentido desde o início do ano. Estamos a acompanhar o mercado e os nossos concorrentes na Europa”, afirmou Christine Ourmières-Widener, que falava aos jornalistas na Bolsa de Turismo de Lisboa (BTL), à margem de uma apresentação sobre as apostas da companhia para este verão.

Perante esta situação, a líder da TAP admitiu que se irá verificar um aumento no preço final dos bilhetes entre “três e 25 euros”.
Ourmières-Widener sublinhou que esta “não é uma decisão fácil” e que a companhia vai monitorizar o impacto desta decisão na procura, ressalvando que o aumento vai variar consoante os voos sejam de médio, longo ou curto curso.

“O intervalo será entre os três e os 25 euros”, reiterou.

Antes, a TAP tinha anunciado que vai aumentar a sobretaxa de combustível devido à subida do preço do petróleo, indicando que "a curto prazo, é inevitável que os preços das viagens" subam.

"Em consonância com outras grandes companhias aéreas, a TAP Air Portugal vai aumentar a taxa YQ (conhecida como taxa de combustível) devido ao aumento do preço do 'jetfuel' [combustível para aviação], um dos principais fatores de custo na aviação", referiu em comunicado hoje.

"Alguns analistas preveem para o setor da aviação um impacto 'extremo' causado por este aumento brutal do combustível, mas acredita-se que, a longo prazo, a situação poderá estabilizar. No entanto, a curto prazo, é inevitável que os preços das viagens aumentem", explicou ainda.

[Notícia atualizada às 17h20]

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.