“Vamos continuar com tempo frio pelo menos até dia 21 ou 22 [sábado ou domingo]. Hoje tivemos valores muito baixos, sobretudo nos distritos da Guarda e Bragança, onde as mínimas variaram entre os -6 e os -9.9 graus Celsius. A mínima mais baixa foi registada no Sabugal [distrito da Guarda] precisamente com 9.9”, disse à Lusa a especialista do Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA).

De acordo com Maria João Frada, quarta-feira e hoje foram os dias em que se registaram as temperaturas mínimas mais baixas desde o início do ano.

“No litoral, as temperaturas chegaram aos 0 graus. Em Lisboa, a mínima foi de 2.3, em Faro 2.5 e apenas em alguns locais da faixa costeira a mínima foi superior a 02 e os 04 graus”, disse.

Segundo a meteorologista, as temperaturas máximas hoje não vão ultrapassar os 10 graus na generalidade do território, sendo mais altas na costa sul Algarve e mais baixas na região do interior, onde preveem valores de 04 a 08 graus.

“Para os próximos dias vai haver uma tendência para ligeira substituição da massa de ar. Apesar de continuar a ter um trajeto continental não vai ser tão fria. As temperaturas mínimas têm tendência para subir ligeiramente”, explicou.

Maria João Frada salientou que as temperaturas vão continuar baixas apesar da pequena subida, mas durante o fim de semana as pessoas vão sentir menos frio.

“Amanhã [sexta-feira] vamos ter bastante nebulosidade e eventualmente há uma possibilidade de ocorrência de aguaceiros. A probabilidade de ocorrência é baixa. Se os aguaceiros acontecerem será no interior sul da região Centro e sob a forma de neve em quotas baixas, ou seja, acima dos 200 metros e durante a tarde”, salientou.

Segundo Maria João Frada, a temperatura deverá subir entre 02 e 04 graus.

“Em média até segunda-feira e de um modo geral vamos ter no interior norte e centro mínimas a variar entre -2 e -5, no interior sul entre -1/-2 e 02, litoral oeste entre 01 e 06 e as máximas vão variar entre os 10 e os 12/14, sendo que na Serra da Estrela não deverão ultrapassar os 05 graus”, frisou.

No que diz respeito à próxima semana, a meteorologista do IPMA adiantou que o cenário poderá mudar.

“A tendência é a de que há uma possibilidade de o cenário se alterar talvez a partir de 24. Há a possibilidade de o anticiclone enfraquecer um pouco e, se assim for, poderá registar-se nebulosidade e precipitação”, disse.

Newsletter

As notí­cias não escolhem hora, mas o seu tempo é precioso. O SAPO 24 leva ao seu email a informação que realmente importa comentada pelos nossos cronistas.

Notificações

Porque as noticias não escolhem hora e o seu tempo é precioso.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.