A Brasil Soccer Academy, uma empresa de gestão desportiva e representação e agenciamento de atletas, denunciou, nas redes sociais, alegadas agressões a jogadores de futebol, em Ovar, no distrito de Aveiro.

Segundo a publicação os crimes contra os atletas representados por esta empresa tiveram lugar na madrugada de terça-feira, dia três de janeiro. "No meio da madrugada, a residência dos nossos atletas [...] foi invadida por MARGINAIS, que depredaram a casa, quebraram o mobiliário e atentaram contra a vida dos jogadores, com TENTATIVA DE HOMICÍDIO!", pode ler-se.

No texto afirma-se que os atacantes são "conhecidos pelas autoridades". "Entraram na casa, armados com facas, barras de ferro e outros tipos de armas brancas e atentaram contra a vida dos que estavam no local, sob gritos de "vão morrer Brasileiros", "macacos" entre outors insultos. O pior não ocorreu pois nossos atletas conseguiram fugir e se esconderam ao longo da noite nas matas, só saindo ao amanhecer", descreve.

A denúncia aponta ainda alguns dos agressores como adeptos do clube que os atletas representam.

O caso foi apresentado à na Polícia de Segurança Pública e, segundo a Brasil Soccer Academy, "todas as medidas judiciais já estão sendo tomadas pelos nossos advogados".

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.