Segundo um comunicado da PSP, a mulher, uma educadora de infância, foi alvo de levantamentos indevidos de dinheiro da sua conta bancária no valor total de 2.900 euros.

O caso ocorreu na passada quinta-feira quando a vítima foi contactada no seu telemóvel por uma potencial compradora que pretendia fazer o pagamento através da aplicação MB Way.

“A vítima, que desconhecia o modo de utilização da nova tecnologia, dirigiu-se a uma caixa multibanco e, seguindo instruções da suspeita, introduziu o seu cartão de débito, clicou na sigla MB Way e introduziu o seu contacto de telemóvel, pelo que recebeu, de imediato, um código que forneceu à suspeita, concluindo a operação”, refere a mesma nota.

Desta forma, a vítima associou ao seu cartão de débito os dados da suspeita, acabando, inadvertidamente, por lhe dar acesso à conta que está associada ao seu cartão, permitindo assim os levantamentos indevidos da sua conta bancária, explicou a PSP.

Mais tarde, adianta ainda a Polícia, a lesada veio a constatar que lhe tinham sido feitos vários levantamentos de dinheiro, sem a sua autorização, no valor total de 2.900 euros.

Nos últimos tempos a PSP tem alertado para o aumento de casos de burla usando o MB Way, uma aplicação informática de pagamentos e serviços da SIBS, empresa que gere a rede Multibanco.

A atuação dos suspeitos passa por aproveitar o desconhecimento das pessoas relativamente às novas tecnologias de pagamentos e serviços, e, de forma ardilosa, conseguir associar os cartões bancários das vítimas aos números de telemóvel utilizados pelos suspeitos, ficando com o seu controlo, através da aplicação.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.