"A realização não autorizada de imagens, ou sequências filmadas, mostrando áreas íntimas de outras pessoas" que foram "fotografadas ou filmadas sob os seus vestidos" será punível, anunciou o porta-voz do governo, Steffen Seibert, conferência de imprensa.

O simples facto de tirar uma foto semelhante constituirá uma infração, assim como partilhá-la. O Parlamento alemão ainda deve aprovar o projeto para torná-lo lei.

É também proibido tirar fotos de decotes sem o conhecimento, ou a aprovação da pessoa, segundo o texto.

Até agora, esse tipo de prática não era considerado crime, a menos que estivesse acompanhada por toques, ou assédio à vítima.

O "upskirting", que significa "subir a saia" em inglês, tornou-se nos últimos anos uma prática mais facilmente alcançável graças à miniaturização de câmeras e dispositivos fotográficos.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.