A Union ver.di disse que as greves decorrem hoje em seis centros de distribuição por todo o país, mas que algumas delas vão prolongar-se até terça-feira.

O dirigente sindical Orhan Akman explicou à AP que os trabalhadores da Amazon querem “enviar um sinal de que seu trabalho não pode ser comprado com os grandes descontos que a Amazon oferece nesta época do ano”.

O sindicalista da Union ver.di acusou também a gigante Amazon de colocar “extrema pressão” sobre os trabalhadores, o que está levar alguns deles a adoecerem.

Newsletter

As notí­cias não escolhem hora, mas o seu tempo é precioso. O SAPO 24 leva ao seu email a informação que realmente importa comentada pelos nossos cronistas.

Notificações

Porque as noticias não escolhem hora e o seu tempo é precioso.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.