“A confirmar-se, este cenário adverso afetará a operação fluvial em todas as ligações: entre o Montijo e Cais do Sodré, Barreiro e Terreiro do Paço, Seixal e Cais do Sodré, Cacilhas e Cais do Sodré e Trafaria e Porto Brandão”, refere o grupo Transtejo em comunicado.

Segundo a empresa, por motivos de segurança, podem ocorrer “atrasos, supressões de carreiras ou interrupções de serviço”.

A Transtejo é a empresa do grupo responsável pelas ligações do Seixal, Montijo, Cacilhas e Trafaria/Porto Brandão com Lisboa, enquanto a Soflusa faz a ligação entre o Barreiro e Lisboa.

A empresa anunciou também que devido a indisponibilidade da frota, o serviço de transporte fluvial na ligação do Montijo com o Cais do Sodré continua a ser complementado com serviço de transporte rodoviário, durante os horários de ponta da manhã e da tarde, tal como já aconteceu hoje.

“Entre as 07:30 e as 09:30 (no sentido Montijo-Cais do Sodré) e entre as 17:30 e as 19:30 (no sentido Cais do Sodré-Montijo), o serviço de transporte de passageiros é, novamente, reforçado através de frota de autocarros, disponibilizada junto de cada terminal”, acrescenta a empresa.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.