O primeiro anúncio foi feito pelo Hospital Beatriz Ângelo, em Loures, cujas urgências de Ginecologia e Obstetrícia estão  encerradas desde as 14:00 de sexta-feira e que deveriam reabrir este sábado, mas a reabertura foi adiada para as 08:00 de domingo. As grávidas servidas pelo hospital terão de se dirigir ou serão encaminhadas para outras unidades da rede da cidade de Lisboa, segundo a ARSLVT.

Seguiu-se o Hospital de Portimão, que anunciou o encerramento do bloco de partos neste fim de semana e estando as urgências de Ginecologia e Obstetrícia a funcionar apenas para grávidas até às 22 semanas. É o segundo fecho do bloco de partos de Portimão no espaço de duas semanas, depois de as urgências de Ginecologia e Obstetrícia daquela unidade do Centro Hospitalar Universitário do Algarve terem estado encerradas durante quase uma semana, até à passada segunda-feira.

Para assegurar a resposta às grávidas a partir das 22 semanas de gestação, ou que necessitem de cuidados especiais, foi montado um dispositivo em conjunto com a Proteção Civil, o Instituto Nacional de Emergência Médica (INEM) e o Centro de Orientação de Doentes Urgentes (CODU).

Segundo a presidente do Centro Hospitalar Universitário do Algarve (CHUA), estarão disponíveis enfermeiras especialistas para acompanhar as grávidas da zona de Portimão para o hospital de Faro, no caso de ser necessário transferi-las de ambulância.

Também o Serviço de Urgência de Ginecologia e Obstetrícia do Hospital de Braga anunciou estar encerrado entre as 08:00 de domingo e as 08:00 de segunda-feira devido à "impossibilidade de se completarem as escalas de trabalho necessárias". Em caso de urgência, a unidade pede aos utentes para contactarem a Linha SNS 24 - 808 24 24 24 e para se dirigirem a um dos outros hospitais da região, nomeadamente aqueles que têm apoio da especialidade de Ginecologia e Obstetrícia, entre os quais Guimarães, Vila Nova de Famalicão e Viana do Castelo ou "em casos de maior complexidade" ao Centro Hospitalar de São João", segundo o comunicado.

Esta é a quarta vez na última semana e meia que o Hospital de Braga encerra as urgências das duas especialidades por 24 horas, com o mesmo motivo.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.