Após a expulsão do território francês, com a intervenção da polícia deste país, que deteve 18 pessoas, o “Tsunami democrático” pediu aos manifestantes que se concentrassem novamente, alguns quilómetros mais abaixo, desta vez do lado espanhol, perto da povoação de La Jonquera.

Os independentistas estão a tentar manter o bloqueio da circulação de pessoas e mercadorias entre os dois países.

Entretanto, a polícia regional revelou que tinha detido uma pessoa também envolvida nos protestos.

A ação de “desobediência pacífica” sancionada pelos líderes políticos separatistas catalães começou na segunda-feira e deveria demorar três dias.

O grupo clandestino “Tsunami Democrático” foi responsável por uma série de ações de protesto, alguns violentos, desde a condenação há um mês de 12 líderes separatistas catalães pelo seu envolvimento em 2017 na tentativa de autodeterminação desta região espanhola.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.