O portal de notícias G1 informou que a polícia lançou gás lacrimogéneo para conter um grupo que virava carros de funcionários públicos estacionados na zona, adiantando que uma pessoa sentiu-se mal.

Segundo a GloboNews, houve conflitos entre grupos de manifestantes, dado que há diferentes motivações para os protestos.

A Polícia Militar remeteu informações para a Secretaria de Estado da Segurança Pública e da Paz Social do Distrito Federal, que apenas deu conta do seu último balanço, onde se pode ler que 10 mil manifestantes, a maioria do movimento “Ocupa Brasília”, estão a manifestar-se.

O movimento em causa protesta contra a Proposta de Emenda Constitucional (PEC) que limita os gastos públicos do Governo para os próximos 20 anos e contra a reforma do ensino secundário.

O protesto ocorre no mesmo dia em que o Senado analisa a PEC e em que a Câmara dos Deputados começa a votar o pacote de medidas anticorrupção.

Num balanço anterior, lançado ao início da tarde, a mesma entidade dava conta de três movimentos distintos em locais diferentes: 200 motoristas de camião, dois mil estudantes e cerca de 50 índios.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.