O Conselho de Ministros aprovou no dia 8 de novembro a transferência da gestão do Centro de Reabilitação do Norte - Dr. Ferreira Alves, até aqui gerido pela Santa Casa de Misericórdia do Porto, para o Centro Hospitalar de Vila Nova de Gaia/Espinho (CHVNG/E).

Em resposta escrita enviada à agência Lusa, a ARS-Norte apontou que "está prevista a criação de um Centro de Responsabilidade Integrado e de um Conselho Consultivo, integrado pelos hospitais da região, com vista a assegurar a autonomia técnica do Centro de Reabilitação do Norte" e avançou que o número de utentes assistidos pode aumentar.

"O perfil assistencial mantém-se idêntico, prevendo-se, no entanto, a possibilidade de alargamento do volume de doentes tratados, dado o suporte clínico que nalgumas especialidades o CHVNG/E passará a disponibilizar ao Centro de Reabilitação do Norte, permitindo o tratamento numa fase mais precoce dos doentes que necessitam de reabilitação", lê-se na resposta da ARS-Norte.

Atualmente a média de utentes atendidos neste equipamento de saúde localizado em Valadares, concelho de Vila Nova de Gaia, distrito do Porto, ronda os 3.500 por ano.

Sem especificar valores, e questionada sobre encargos financeiros com esta transferência, a ARS-Norte apontou que as verbas até aqui pagas à Santa Casa da Misericórdia do Porto passam a fazer parte do contrato-programa do CHVNG/E, sintetizando o processo como "uma mera transferência de financiamento, sem aumento de encargos para o Estado".

"Os valores afetos aos encargos decorrentes da exploração do Centro de Reabilitação do Norte passarão a estar integrados no contrato-programa anual celebrado entre a ARS-Norte e o CHVNG/E", lê-se na resposta.

O Centro de Reabilitação do Norte - Dr. Ferreira Alves é a mais recente unidade hospitalar nacional, tendo sido inaugurado a 25 de fevereiro de 2014 pelo então ministro da Saúde, Paulo Macedo.

Construído de raiz, e sob gestão da Misericórdia do Porto desde o primeiro momento, dá resposta às necessidades de saúde em reabilitação da população.

Em fevereiro de 2016, a propósito de um projeto de construção de residências para familiares de utentes nos terrenos do Centro de Reabilitação do Norte, foi descrito à Lusa que este equipamento integra quatro unidades funcionais - AVC, Lesões Medulares, traumatismo Cranioencefálico e Pediatria e Reabilitação geral e outras doenças neurológicas.

Com uma lotação total de 102 camas para internamento, o Centro de Reabilitação do Norte realizou, em 2015, um total de cerca de 30 mil tratamentos diários e de cerca de 6.400 consultas externas.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.