O Porto ligou-se oficialmente ao Natal às 18 horas deste sábado. Oitenta locais da cidade enchem-se com 2,4 milhões de microlâmpadas de baixo consumo estendem por 26 quilómetros, com a decoração a chegar a vinte novas localizações. No topo dos Aliados, ergue-se uma árvore de trinta metros.

Para além de iluminações, abriram também este sábado as duas pistas de gelo — uma na praça D. João I, em frente ao Rivoli, e outra na rotunda da Boavista —, os mercados de Natal — na Batalha e nos Poveiros —, a que se juntam concertos, espetáculos de rua, desfiles, coros itinerantes, instalações e um espetáculo multimédia.

Antes do cair da noite, a festa começou pelas 16:30, num “espetáculo em estreia absoluta”, com Agir e Ana Bacalhau em palco com Irma e Matay, num concerto com “os temas mais conhecidos dos seus reportórios, mas também várias canções populares de Natal”, anunciou a autarquia em comunicado.

Quando, às 18 horas, as luzes se acenderam, o edifício da câmara, no cimo da grande avenida dos Aliados, no centro da cidade, serviu de tela para um espetáculo multimédia produzido para este momento.

Depois, a festa no Porto continuou com os The Lucky Duckies, numa viagem por clássicos da música dos anos 1920 aos 60 — sem esquecer os clássicos de Natal.

Segundo a câmara do Porto, este ano as luzes fazem um cordão luminoso de 26 quilómetros, estendendo-se por oito dezenas de locais na cidade. No total são cerca de 2,4 milhões de microlâmpadas LED, “de baixo consumo”. Há vinte localizações que pela primeira vez recebem as iluminações.

A tradicional árvore, ergue-se, mais uma vez, na praça do General Humberto Delgado, no topo dos Aliados. Tem 30 metros de altura e está decorada com 31.600 lâmpadas LED.

Newsletter

As notí­cias não escolhem hora, mas o seu tempo é precioso. O SAPO 24 leva ao seu email a informação que realmente importa comentada pelos nossos cronistas.

Notificações

Porque as noticias não escolhem hora e o seu tempo é precioso.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.