Na tarde deste sábado, três edições da obra encabeçavam o barómetro de livros da Amazon, que marca o ritmo de livros vendidos nas últimas 24 horas. O seu primeiro best-seller, "Os Filhos da Meia-Noite", ocupava a quarta posição.

Rushdie ficou gravemente ferido ontem quando foi esfaqueado no pescoço e no abdômen ao ser atacado por um homem durante um evento literário no estado de Nova Iorque.

O atentado provocou surpresa e consternação mundial mais 30 anos depois do ayatollah Ruhollah Khomeini ter emitido uma fatwa que pedia a morte do escritor britânico por causa da obra "Os Versos Satânicos", por considerá-la blasfema.

Na livraria Strand de Nova Iorque, diversas obras de Rushdie estavam entre as mais procuradas pelo público, sem contar os pedidos pela internet.

"As pessoas chegam e procuram qualquer um dos seus livros, querem saber quais temos", disse à AFP Katie Silvernail, responsável por uma das seções da livraria.

Utilizadores do Twitter, por sua vez, pediram às pessoas que comprassem livros de Rushdie como forma de expressar solidariedade.

O escritor britânico está hospitalizado na Pensilvânia e seu estado é considerado grave.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.