As mesmas fontes precisaram que a vítima mortal é uma mulher.

Deputados da oposição do estado venezuelano de Bolivar (sul), na fronteira com o Brasil, afirmaram também que os confrontos fizeram pelo menos 15 feridos, todos com ferimentos de bala.

Segundo escreveram os deputados Américo de Grazia e Ángel Medina na rede social Twitter, há três pessoas com ferimentos graves.

A agência noticiosa venezuelana Venepress relatou, entretanto, o registo de dois mortos, citando o testemunho de indígenas da etnia Pemon (denominados Taurepang no território brasileiro) que habitam na fronteira entre a Venezuela e o Brasil.

Newsletter

As notí­cias não escolhem hora, mas o seu tempo é precioso. O SAPO 24 leva ao seu email a informação que realmente importa comentada pelos nossos cronistas.

Notificações

Porque as noticias não escolhem hora e o seu tempo é precioso.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.