“O Chega vai hoje mesmo questionar o Governo na Assembleia da República pelo facto de a ministra da saúde ter utilizado um carro do Estado para fazer campanha”, disse o líder do Chega à margem de uma arruada no Porto.

Segundo André Ventura, Marta Temido, que na sexta-feira tomou o pequeno-almoço com o candidato do PS à autarquia portuense, Tiago Barbosa Ribeiro, encontro para o qual se terá dirigido com o carro oficial, “violou o próprio código de conduta e de ética aprovado pelo próprio António Costa”, pelo que o Chega espera consequências.

“Não se trata de uma mera questão política (…). Não vejo outra possibilidade senão a ministra da Saúde ou pedir desculpa ou ser afastada por António Costa porque ela violou o código de conduta aprovado pelo próprio Governo”, afirmou o líder do Chega.

“O que eu espero é um pedido de desculpas esta noite ou a demissão da ministra da Saúde”, concluiu.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.