Em anúncio publicado hoje em pelo menos dois jornais diários, a U.Porto refere que as candidaturas devem ser submetidas até ao dia 18 de março.

“São elegíveis para o cargo de reitor da Universidade do Porto os professores ou investigadores doutorados, desta Universidade ou de outras instituições, nacionais ou estrangeiras, de ensino universitário ou de investigação”, lê-se.

De acordo com a U.Porto, o reitor deve “ser uma personalidade de reconhecido mérito e com experiência profissional relevante para as funções a exercer”, bem como deve “possuir visão estratégica adequada à prossecução da missão e fins” da instituição de ensino superior.

“Ter demonstrada capacidade de promotor de valores científicos, humanísticos e culturais num ambiente de colegialidade e inclusão” é outro dos requisitos.

Formalmente constituída a 22 de março de 1911, a U.Porto tem, contudo, raízes que remontam ao século XVIII.

Numa fase inicial, a U.Porto surge estruturada em duas faculdades – Ciências e Medicina -. Atualmente, a instituição conta com 14 faculdades, dispersas por três polos.

Desde a sua criação que a U.Porto já teve 18 reitores, todos homens, tendo sido Francisco Gomes Teixeira o primeiro a ocupar este cargo de governação (1911-1917).

Na história dos reitores da U.Porto, Amândio Tavares – 9.º reitor - foi quem ocupou o cargo por mais tempo (1945-1961), seguindo-se Alberto Amaral (1985-1998), que foi o 16.º reitor.

De acordo com o edital do concurso para reitor publicado na página da internet da U.Porto, a análise das candidaturas e comunicação aos candidatos decorrerá entre os dias 19 e 25 de março.

A publicação das candidaturas definitivas será feita até ao dia 11 de abril, estando marcada a audição dos candidatos para o dia 24 de abril.

A eleição do reitor decorrerá no dia 27 de abril.

A U.Porto conta este ano letivo com cerca de 30 mil estudantes, dos quais mais de 4.000 são estrangeiros.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.