"Aquilo que temos de ter é atitude e a ambição de querer ganhar, não nos esquecermos do jogo por jogarmos contra uma equipa como o Arsenal, porque nós representamos um clube como o Sporting Clube de Portugal", afirmou na conferência de imprensa de antevisão da partida, no estádio Emirates.

Na sua opinião, qualquer jogador que represente os 'leões' tem de "entrar em qualquer jogo para ganhar, independentemente do adversário".

O internacional português recusou comentar a especulação sobre o futuro treinador da equipa, que vai substituir José Peseiro, despedido na semana passada e substituído interinamente pelo adjunto Tiago Fernandes.

"Os jogadores aqui não têm preferências, quem tem de tomar essas decisões é o clube e o presidente. Nós, neste momento, temos de respeitar as ideias do mister Tiago, levá-las avante e, como todos sabemos, lutar pelos objetivos e pelas ambições do Sporting, nada mais do que isso", vincou.

O Sporting defronta na quinta-feira o Arsenal, na quarta jornada do grupo E da Liga Europa, no estádio Emirates, com início marcado para as 20:00, depois de na jornada anterior ter perdido com os londrinos por 1-0 em Alvalade.

O Sporting está atualmente na segunda posição do grupo, com seis pontos, atrás do Arsenal (9), enquanto que na terceira posição está os ucranianos do Vorskla Poltava (3) e em quarto os azeris do Qarabag (0).

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.