No final dos 167 quilómetros, entre Albi e Toulouse, Ewan impôs-se por centímetros no ‘sprint’ final, cruzando a meta à frente do holandês Dylan Groenewegen (Jumbo-Visma) e do italiano Elia Viviani (Deceuninck-QuickStep).

Na geral, Alaphilippe tem 1.12 minutos de avanço sobre o britânico Geraint Thomas, vencedor em 2018, e 1.16 sobre o colombiano Egan Bernal, ambos da INEOS.

A 12.ª etapa, que se corre na quinta-feira, liga Toulouse a Bagnères-de-Bigorre, num percurso de 209,5 quilómetros, que terá três contagens de montanha, duas de primeira categoria, já na segunda metade da tirada.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.