Num comunicado divulgado pela emissora estatal camaronesa, a CRTV, o ministro da Comunicação, René Emmanuel Sadi, disse que sete dos feridos encontram-se em estado grave.

O anterior balanço apontava para seis mortos.

Os factos ocorridos no exterior do estádio só foram tornados públicos após o encontro, no qual os Camarões, orientados pelo português António Conceição, venceram a seleção de Comores e apuraram-se para os quartos de final da competição.

Os Camarões recebem o torneio pela primeira vez em meio século.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.