A formação do sul de Itália, que conta com o português Mário Rui, assegurou ter sido impedido de viajar pelas autoridades sanitárias locais para realizar a viagem para Turim, arriscando uma derrota por 3-0, de acordo com o protocolo adotado para a retoma da Serie A.

O Nápoles, que anunciou as infeções dos jogadores Piotr Zielinski e Elif Elmas e de um elemento da equipa técnica, é o primeiro clube a cometer falta de comparência, para um jogo agendado e mantido, devido à pandemia provocada pelo novo coronavírus, nos cinco principais campeonatos europeus.

Os jogadores da Juventus prepararam naturalmente o jogo, previsto para as 20:45 (horas locais, 19:45 em Lisboa), comparecendo no estádio uma hora antes do apito inicial.

Segundo a Liga italiana, o protocolo adequado à pandemia de covid-19 permitiria ao Nápoles jogar na data prevista, mesmo com dois casos positivos, apesar do pedido de adiamento do encontro por parte dos seus dirigentes.

O jogo entre Génova e Torino, que estava previsto para sábado, foi adiado, devido aos 17 casos positivos no plantel genovês.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.