“Todos os associados ao torneio, tanto em Portugal como no European Tour, trabalharam muito para concretizar o evento que tem sido uma parte importante do nosso calendário desde 2007. Infelizmente, simplesmente não foi possível organizar o evento no próximo mês, por isso agora estamos a analisar a possibilidade de reagendá-lo em algum momento ainda este ano”, informou o diretor executivo do circuito europeu, Keith Pelley.

Assim, a data prevista para o Campo de Golfe Dom Pedro Victoria será assumida pelo Open de Tenerife, que se move de sua data original de 15 a 18 de abril, para a qual o European Tour ainda procura um evento alternativo na Europa.

“Estamos obviamente desapontados com os desafios contínuos das viagens internacionais que levaram ao adiamento do Portugal Masters”, reforçou, sem adiantar qualquer data alternativa à prova lusa.

O dirigente defende que a mudança de data para o Open de Tenerife, que terá lugar na semana seguinte ao Open de Gran Canaria “facilita as viagens pela Europa continental antes do Open de França”.

“Também estamos a tentar um evento de substituição num outro lugar na Europa para que, entre 15 e 18 de abril, possamos dar uma programação completa e oportunidades de jogo aos nossos membros”, concluiu.

A prova portuguesa tinha sido antecipada para a primavera, recuperando prémios monetários de 1,5 milhões de euros.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.