O adiamento dos Jogos foi benéfico para a preparação ou foi mais um momento de ansiedade?

Foi mais um momento de ansiedade, não foi fácil estar mais um ano a treinar sem saber se ia haver Jogos ou não.

Ao longo deste ciclo paralímpico, quando é que pensou: este é momento do “tudo ou nada”? 

Acho que não existiu uma momento do tudo ou nada, sou jovem e vou treinar para ir a Paris 2024.

BI Paralímpico

Diogo Cancela

Modalidade: Natação

Prova: 200m Estilos, 100m Costas, 100m Bruços, 100m Mariposa

Idade: 19 anos

Naturalidade: Coimbra

Clube: Clube Náutico de Miranda do Corvo

Treinador: Hélder Lopes

Participações: Diogo Cancela é um dos cinco estreantes nos Jogos Paralímpicos na natação.   

Factos & Curiosidades: Ficou sem o braço direito num acidente aos 3 anos. Um ano depois começou a treinar na piscina municipal coberta de Miranda do Corvo.

Ficou em 4º lugar no campeonato da Europa de natação adaptada nos 200m estilos. Na competição que decorreu no Funchal, Madeira, alcançou ainda dois 5º lugares nos 100m mariposa e costas.

Durante o confinamento de 2020, com o encerramento da piscina de Mirando do Corvo, treinou em Coimbra. No verão passado estagiou em Loulé.

Qual o pior momento na preparação?

Para estes Jogos Paralímpicos o pior momento foi mesmo a incerteza se iam acontecer ou não.

Qual a maior dificuldade que espera encontrar em Tóquio?

Talvez ambientar-me ao clima e a pressão por estar na maior competição que existe.

Qual a coisa mais inusitada que leva na bagagem para o Japão? 

Levo um peluche do Spider-Man, oferecido pelo meu irmão. É uma maneira de ele ir sempre comigo.

Quais são os objetivos em termos de resultados/marcas?

Tentar obter as minhas melhores marcas pessoais porque chegar às finais não vai depender só de mim, mas também dos meus adversários.

Que memória tem dos primeiros Jogos a que assistiu? 

Acho que os primeiros que assisti foram os Jogos Olímpicos de Londres 2012, mas não tenho memórias nenhumas. Só me lembro de assistir à competição numas férias no Algarve.

Quem é o melhor atleta paralímpico de sempre na sua modalidade?

Acho que é o Daniel Dias, atleta brasileiro. Tem um histórico desportivo notável e várias medalhas paralímpicas. Neste momento, uma referência também é o Simone Barlaam, da Itália.

Se ganhar uma medalha, a quem a vai dedicar?

Se ganhasse uma medalha, dedicá-la-ia ao meu treinador.

________

O adiamento, o "tudo ou nada" e os principais objetivos. Rumo aos Jogos Paralímpicos, que se realizam de 24 de agosto a 5 de setembro, desafiámos alguns dos atletas lusos a responder a um Questionário Paralímpico. Portugal estará representado em Tóquio por 33 atletas. Acompanhe todas as notícias, destaques e resultados no SAPO24

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.