No domingo, o lateral direito dos ingleses do Manchester City teve um teste com resultado positivo ao novo coronavírus, que provoca a covid-19, e foi substituído por Diogo Dalot (Manchester United), que já se juntou a comitiva lusa, na capital magiar.

“Foi uma pena o João [Cancelo] ter dado positivo, mas os jogadores estão tranquilos, nem falamos na covid-19. Já cansa a toda a gente, não só os jogadores, mas também às pessoas no mundo. Infelizmente, temos que viver com essa situação”, começou por dizer o capitão da equipa das ‘quinas’, em conferência de imprensa remota, realizada no palco do encontro, o Estádio Puskás Arena.

O avançado dos italianos da Juventus deixou claro que o atual campeão europeu “não se deixa abalar” e está apenas concentrado no jogo de terça-feira, com a anfitriã Hungria.

“A meu ver, a equipa está concentrada no jogo. Vai ser o primeiro Europeu de muitos deles [jogadores]. Nada abala esta seleção, tudo o que possa vir de fora. Sinceramente, não temos falado sequer nisso [covid-19]”, terminou.

Portugal, que é o detentor do troféu, integra o grupo F do Euro2020, juntamente com Hungria, Alemanha e França, tendo estreia marcada na competição para terça-feira, diante dos húngaros, em Budapeste, a partir das 17:00 (hora de Lisboa), um encontro que será dirigido pelo turco Cuneyt Çakir.

Seguem-se os encontros com os germânicos, em 19 de junho, em Munique, e com os franceses, em 23 de junho, novamente na capital magiar.

O Euro2020, que foi adiado para este ano devido à pandemia de covid-19, decorre até 11 de julho, em 11 cidades de 11 países diferentes.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.