“Quando se ganha três vezes os olhos começam a ficar muito em cima de nós e começam a marcar-nos muito. Mais uma vez fui guiado brilhantemente pelo Martyn Dias e pelo Miguel Bravo e consegui estar muito bem fisicamente no final para ‘sprintar’ e trazer mais uma medalha para casa”, analisou o atleta luso, no final da prova, citado em comunicado pela Federação de Patinagem de Portugal (FPP).

Diogo Marreiros junta a medalha de hoje a outras três de ouro, conquistadas nas provas dos 10.000 metros por pontos a eliminar e dos 10.000 metros a eliminar, ambas em pista, e a de 10.000 por pontos, mas em estrada.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.