Antes do ano passado, em que com um bis de Slimani e um golo de Bruno César o Sporting venceu o Porto por 3-1 no Estádio do Dragão (Herrera marcou para os dragões), os leões só tinham ido vencer ao Porto por uma vez, desde que cruzámos milénios. Um golo de livre por Rodrigo Tello, jogador chileno que nem sempre foi bem amado em Alvalade, foi o suficiente para dar a vitória ao Sporting, na altura comandado por Paulo Bento. Estávamos em Março de 2007. Há quase 10 anos, portanto.

Mas não houve só um Tello a ser protagonista de clássicos entre dragões e leões. Depois de Rodrigo, em 2007, houve também Christian, este vindo de Espanha, que em 2015, com um hat-trick, deu a vitória ao Porto (3-0).

Dos 43 golos marcados nos jogos em que o Porto recebeu o Sporting desde 2000, 24 foram marcados por sul-americanos. Destes, 14 foram marcados por jogadores brasileiros, de Deco a Jorginho (esse mesmo, que foi de Setúbal para o Porto há já alguns anos), de Jardel a Deivid. De facto, nos últimos 16 jogos, apenas dois dos que tiveram golos (há um 0-0 em fevereiro de 2009) não tiveram um jogador sul-americano na lista dos marcadores. A fazer companhia ao jogador espanhol está Raúl Meireles, que marcou o único tento que deu a vitória a Porto em agosto de 2007, num polémico livre indireto dentro da área sportinguista.

A América do Sul tem, portanto, dado ao clássico a intensidade e os golos que o tornam apaixonante. E este jogo não será exceção. Contudo, os jogadores sul-americanos que atualmente compõem os onze-base de Porto e Sporting poderão ser decisivos no outro lado do campo: a defesa.

Do lado do Porto, Maxi Pereira (Uruguai), Felipe e Alex Telles (Brasil) fazem parte do melhor quarteto defensivo do campeonato (10 golos sofridos); no Sporting, por seu turno, o italo-argentino Schelotto, o uruguaio Coates e, provavelmente, o brasileiro Bruno César, deverão compor o setor mais recuado os leões, sendo também provável que Alan Ruiz (Argentina) seja o companheiro de Bas Dost no ataque dos leões.

Do banco, ainda assim, podem surgir apostas do mesmo continente. Soares, avançado brasileiro recentemente chegado do Vitória de Guimarães, pode ser lançado por Nuno Espírito Santo no jogo; Otávio, médio irrequieto que foi aposta no 11 do treinador do portista no início da época, pode também ser opção. No Sporting, com a saída de Elias e Meli, apenas André (que possivelmente também estará com um pé fora de Alvalade), Jefferson (caso seja opção para o lado esquerdo da defesa) ou Matheus Pereira poderiam acrescentar o perfume sul-americano ao futebol dos leões.

Resta esperar para ver, mais logo, a partir das 20h30, no Estádio do Dragão. E também aqui, no SAPO24.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.