Na conferência de imprensa a partir da Cidade do Futebol, em Oeiras, Fernando Santos anunciou os 25 convocados para os primeiros três jogos no Grupo A de apuramento para o Mundial de 2022, em março, com Azerbaijão, Sérvia e Luxemburgo.

Guarda-redes: Anthony Lopes, Rui Patrício, Rui Silva.

Defesas: Cédric Soares, João Cancelo, Domingos Duarte, José Fonte, Pepe, Rúben Dias, Nuno Mendes e Raphael Guerreiro.

Médios: Danilo Pereira, João Palhinha, Rúben Neves, Bernardo Silva, Bruno Fernandes, João Moutinho, Renato Sanches e Sérgio Oliveira.

Avançados: André Silva, Cristiano Ronaldo, Diogo Jota, João Félix, Pedro Neto e Rafa Silva.

No sentido inverso, foram excluídos os defesas Nelson Semedo (Wolverhampton), Rúben Semedo (Olympiacos) e Mário Rui (Nápoles), o médio William Carvalho (Betis) e os avançados Paulinho (Sporting) e Trincão (FC Barcelona), este último chamado na segunda-feira por Rui Jorge para o Europeu de sub-21.

A formação das ‘quinas’, que se concentra na segunda-feira, estreia-se no Grupo A de apuramento para o Mundial Qatar2022 em 24 de março, com a receção ao Azerbaijão, deslocalizada de Alvalade para Turim, em Itália, por culpa da pandemia da covid-19.

Depois do embate com os azeris, Portugal cumpre fora os outros dois jogos da primeira jornada tripla, defrontando a Sérvia, em Belgrado, em 27 de março, e o Luxemburgo, na Cidade do Luxemburgo, três dias depois. Os três jogos começam às 19:45 (em Lisboa).

Para garantir uma oitava participação, e sexta consecutiva, no Mundial, cuja edição de 2022 se realiza entre 21 de novembro e 18 de dezembro, Portugal precisa de vencer o agrupamento, sendo que o segundo classificado jogará um ‘play-off’.

Fernando Santos espera Ronaldo “super motivado” e garante Patrício “perfeitamente normal”

O capitão da seleção das ‘quinas’ foi alvo de críticas na última semana, após a eliminação da Juventus da Liga dos Campeões, aos ‘pés’ do FC Porto, nos oitavos de final. Contudo, no passado fim de semana anotou um ‘hat-trick’ pela campeã transalpina.

“Tenho a certeza de que [Cristiano Ronaldo] vem, como sempre, super motivado. Não tem a ver com ter marcado mais golos ou menos. Espero bem que venha e, vem de certeza, com a mesma ambição que sempre demonstrou, não pensando em objetivos pessoais, mas em concretizar os da equipa nacional”, afirmou Fernando Santos, em conferência de imprensa, que serviu para divulgar os 25 eleitos para a tripla jornada de qualificação do Grupo A.

O selecionador nacional confessa que Ronaldo “tem um sonho muito grande de participar naquilo que Portugal se propôs, o de poder participar no Campeonato do Mundo e vencê-lo”.

Sobre o habitual titular da equipa principal, que na segunda-feira chocou com o colega de equipa do Wolwerhampton Conor Coady, Fernando Santos deu conta que Rui Patrício “está estável e perfeitamente normal”, sendo que irá estar sob observação nos próximos dias, antes integrar a preparação para os jogos contra o Azerbaijão, Sérvia e Luxemburgo.

“O jogador está convocado porque, a partir do momento em que acontece aquele incidente, procurámos imediatamente saber de todas as novidades sobre ele. O que nos foi dito é que ele está estável, perfeitamente normal, vai seguir um protocolo médico durante dois ou três dias, que é normal. Não haveria nenhum problema em ser convocado”, explicou.

Rui Patrício chocou com o defesa Coady, aos 87 minutos do encontro frente ao campeão inglês Liverpool, que venceu a partida da 28.ª jornada da Premier League por 1-0, graças a um golo do ex-jogador dos ‘wolves‘ Diogo Jota.

o internacional português, ao tentar fazer a mancha a um remate de Salah, colidiu com o central, que lhe acertou com o joelho na cabeça, sendo assistido durante cerca de 15 minutos e abandonado o campo em maca.

Por fim, Fernando Santos deixou claro que não quer ouvir falar do Euro2020, adiado para este ano, por culpa da pandemia de covid-19, e alerta para a exigência dos três jogos com poucas horas de intervalo.

“É a primeira vez que vamos ter três jogos oficiais, a contar com pontos, a jogar com 72 horas e, o último, nem com 72 horas de intervalo. Agora, devemos focar em preparar os jogadores para estarem frescos nestes jogos fundamentais para o apuramento. O Campeonato da Europa não tem nada a ver com isto e não vai estar em equação alguma coisa que tenha a ver com o Euro”, concluiu.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.