As alterações mais significativas aprovadas para o Mundial de F1 do próximo ano passam pelo aumento da amplitude das ‘asas’ dianteira e traseira e a simplificação das condutas de arrefecimento dos travões, no âmbito da estratégia da FIA de atrair mais adeptos para a categoria rainha do desporto automóvel.

O Grupo Estratégico, a Comissão de F1 e o Conselho Mundial do organismo regulador aprovaram as alterações na segunda-feira, em cima da data limite, com base em vários estudos, mas contra a vontade de algumas escuderias que disputam o Campeonato do Mundo.

“Os estudos indicam que existe a forte possibilidade de um impacto positivo ao nível das ultrapassagens na F1 e foi nessa base que foram aprovadas as alterações a introduzir em 2019”, explicou a FIA, em comunicado.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.