O Mundial, que iria contar pela primeira vez com 24 equipas, estava marcado para junho de 2021, na China, mas o impacto do novo coronavírus em todo o mundo levou a entidade que rege o futebol mundial a adiá-lo.

Agora, o torneio vai decorrer no formato tradicional de sete clubes no Japão, em dezembro de 2021.

A FIFA pretendia que a edição de dezembro de 2020 no Qatar (entretanto adiada para fevereiro de 2021) fosse a última com a participação de sete clubes – os seis campeões continentais e o campeão da Liga doméstica da nação que recebe o Mundial -, um formato que acaba por atrair pouco interesse mediático e que tem sido vencido frequentemente pelo clube europeu.

Apesar de tudo, Gianni Infantino, presidente da FIFA, disse em conferência de imprensa virtual que o Mundial de 24 clubes “ainda está na agenda”, realçando que só ainda não foi decidido quando é que o mesmo avança.

Segundo a Associated Press (AP), a introdução do torneio nos novos moldes poderá estar apontada para junho de 2025.

Paralelamente, a FIFA anunciou também hoje que o seu congresso anual já não vai ser realizado em Tóquio, sendo feita uma reunião virtual ‘online’ em maio, também por causa da pandemia.

A pandemia de covid-19 provocou pelo menos 1.507.480 mortos resultantes de mais de 65,2 milhões de casos de infeção em todo o mundo, segundo um balanço feito pela agência francesa AFP.

A doença é transmitida por um novo coronavírus detetado no final de dezembro de 2019, em Wuhan, uma cidade do centro da China.

Newsletter

As notí­cias não escolhem hora, mas o seu tempo é precioso. O SAPO 24 leva ao seu email a informação que realmente importa comentada pelos nossos cronistas.

Notificações

Porque as noticias não escolhem hora e o seu tempo é precioso.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.