A sete meses de terminar a primeira suspensão, Blatter foi novamente condenado pela FIFA, por, alegadamente, ter recebido subornos e bónus irregulares em contratos celebrados em 2010, e terá também que pagar uma multa no valor de um milhão de francos suíços (cerca de 900 mil euros) ao organismo que rege o futebol mundial.

Nesta condenação está igualmente incluído Jérôme Valcke, secretário-geral da FIFA durante os mandatos de Blatter, que foi suspenso por idêntico período (seis anos e oito meses).

As novas condenações entram em vigor quando expirar o prazo das primeiras suspensões. O castigo de Blatter termina em outubro deste ano, enquanto o de Valcke ainda vai durar até outubro de 2025.

Atualmente com 85 anos, Blatter está internado num hospital suíço e, no início do ano, chegou a estar em coma induzido durante uma semana, devido a problemas relacionados com uma cirurgia cardíaca realizada em dezembro de 2020.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.