“Esta era a sua casa. Aqui treinava todos os dias, aqui estava com os seus colegas de equipa. Pareceu-nos por isso evidente que esta infraestrutura deveria passar a ostentar o seu nome”, anunciou o presidente executivo do clube, Mario Cognigni.

Davide Astori foi encontrado morto em 04 de março no quarto de hotel em que a sua equipa se encontrava em estágio, para um jogo em Udine.

De acordo com as conclusões da autópsia, o jogador sofreu uma “morte cardíaca”, devido a uma bradiarritmia”, provavelmente por causas naturais.

Astori, nascido em San Giovanni Bianco, na província de Bérgamo, há 31 anos, atuava na Fiorentina desde 2015/16, depois de passagens por AC Milan, clube em que se formou, Pergolettese, Cremonese, Cagliari e Roma.

O centro desportivo do Fiorentina era até aqui designado Centro Campini.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.