“Pensei muito nos últimos dias e assumo toda a responsabilidade por não ter conseguido qualificar a Áustria para o próximo Campeonato do Mundo. Era um sonho que tínhamos. Por essa razão, vou deixar de ser o selecionador desta equipa depois do jogo com a Escócia”, anunciou Foda, em Viena, na conferência de imprensa de antevisão do duelo com os escoceses.

A Áustria foi apenas quarta classificada no Grupo F de apuramento, mas chegou ao ‘play-off’ através da Liga das Nações, em que acabaria por perder com o País de Gales, por 2-1, na quinta-feira.

Foda, de 55 anos, foi nomeado selecionador em 2017 e, no Euro2020, alcançou a primeira vitória de sempre da Áustria numa fase final dessa competição, além de ter passado pela primeira vez a fase de grupos.

Antes, o antigo defesa central passou vários anos no Sturm Graz e teve uma passagem também pela segunda divisão alemã com o Kaiserslautern.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.