O Sporting CP começou melhor o jogo, adiantou-se cedo no marcador, logo aos seis minutos, por Léo. A vantagem duraria pouco tempo com André Coelho, das águias, a fazer o empate aos 10 minutos. O golo do leão Merlim (14') foi o último de uma primeira parte muito intensa que acabava 2-1, a favor dos leões que jogavam este quarto jogo da final em casa, no Pavilhão João Rocha.

Os verdes e brancos foram para o intervalo a vencer, mas a segunda parte seria de reviravolta encarnada. Ou pelo menos assim parecia. Primeiro, Chaguinha, aos 24', fez o empate para as águias, e depois, Fábio Cecílio, aos 39 minutos, deixou o Benfica na frente do marcador e a poucos segundos do título de campeão nacional, um troféu que foge ao clube da Luz desde a temporada 2014/15. Tudo parecia encaminhado para a vitória encarnada quando Rocha, aos 39 minutos, fez o 3-3 e obrigou o jogo a ir a prolongamento.

Ali, os leões, a jogar em casa, não deram hipótese e, de rajada, com dois golos nos mesmos 60 segundos, ao minuto 42, saltaram para a frente do marcador pelos pés de Rocha e de Pany e adiaram a decisão do título nacional de futsal para o Pavilhão da Luz, no dia 16 de junho, domingo, às 14h20.

Recorde-se que no primeiro encontro desta final, os leões venceram as águias por 4-5, após prolongamento, no Pavilhão da Luz. Nos dois encontros seguintes os encarnados viraram as contas ao vencerem os verdes e brancos por 3-6 no Pavilhão João Rocha e em casa por 4-3. Agora, com um 5-3 o Sporting empata as contas e força o quinto jogo onde se decidirá o campeão.

Newsletter

As notí­cias não escolhem hora, mas o seu tempo é precioso. O SAPO 24 leva ao seu email a informação que realmente importa comentada pelos nossos cronistas.

Notificações

Porque as noticias não escolhem hora e o seu tempo é precioso.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.