No estádio Bloomfield, em Telavive, o grande momento da noite saiu do pé direito do médio luso, de 26 anos, quando, à entrada da grande área, e após receber a bola de Burak Yilmaz, 'disparou' forte e colocado para bater o costa-riquenho Keylor Navas, em cima do minuto 45.

Na segunda parte, aos 56 minutos, o lateral do PSG Abdou Diallo podia ter restabelecido a igualdade, mas acabou por protagonizar o falhanço do encontro, ao não conseguir desviar de cabeça para a baliza escancarada, depois de uma assistência de Icardi.

Apesar da conquista em solo israelita, perante quase 30.000 espetadores, o campeão francês, agora comandado por Jocelyn Gourvennec, enfrentou um PSG muito desfalcado, sem jogadores importantes como Neymar, Mbappé, Di María, Marquinhos, Verrattti e Sarabia ou os reforços Sérgio Ramos e Donnarumma.

No emblema parisiense, o internacional português Danilo Pereira foi titular, tal como Tiago Djaló e José Fonte, o último também internacional AA, nos ‘dogues’. Já Renato Sanches não constou na ficha de jogo.

Na última edição, o Paris Saint-Germain tinha vencido o Marselha por 2-1, naquele que foi o primeiro título conquistado pelo treinador da equipa parisiense, o argentino Mauricio Pochettino.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.