Para chegar pela primeira vez a um quadro principal de um ‘major’, Gonçalo Oliveira, que hoje precisou de duas horas e um minuto para seguir em frente, terá de ultrapassar o vencedor encontrará o vencedor do encontro entre o britânico Jay Clarke (225.º) e o australiano Bernard Tomic (208.º).

Na primeira ronda do ‘qualifying’, o tenista português tinha vencido o australiano Jason Kubler (160.º), em dois ‘sets’, por 6-2 e 7-5.

Também hoje, Pedro Sousa, 120.º do ‘ranking’, foi eliminado na antecâmara do maior torneio de terra batida do mundo, ao perder frente ao argentino Marco Trungelliti, 190.º do mundo, por 6-4 e 7-6 (7-4), em uma hora e 38 minutos.

O português, que no Estoril Open colocou João Sousa, vencedor do torneio, em dificuldades nos oitavos de final, tinha vencido na primeira ronda do ‘qualifying’ de Roland Garros o alemão Mats Moraing (153.º), por 6-4, 5-7 e 6-4.

No quadro principal de Roland Garros está João Sousa, 48.º do mundo e que teve entrada direta.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.