A festa da Taça é isto. O Sertanense, 3.º classificado da série C do Campeonato de Portugal (terceiro escalão do futebol português), eliminou hoje o Farense, 1.º classificado da LigaPro (segundo escalão do futebol nacional). A surpresa estava feita só por si, até porque é um clube de uma divisão inferior a eliminar outro deu ma divisão superior.

Só que não foi só isso que aconteceu esta tarde na Sertã. Segundo o MaisFutebol, depois de Fabrício Simões ter aberto o marcador para os algarvios à passagem da meia hora, seguiram-se três expulsões para o conjunto do distrito de Castelo Branco. Saná gomes (aos 51 minutos) e Ká Semedo (aos 81 minutos), deixaram a equipa da casa a jogar com apenas nove jogadores quando ainda tentavam chegar ao empate, algo que acabaria por acontecer em cima dos 90 minutos, quando Marquinhos empatou e levou o jogo para prolongamento. Na sequência do lance, Doukouré viu vermelho direto, obrigando o Sertanense a jogar todo o tempo extra reduzido a oito unidades.

No prolongamento, o incrível aconteceu: Rafael Vieira, defesa do clube algarvio, introduziu a bola na própria baliza à passagem do minuto 93, colocando o clube da Sertã em vantagem. Os comandados de José Bizarro, antigo guarda-redes da Geração de Ouro (esteve na conquista do Mundial de sub-20 de 1989, em Riade) aguentaram até final e eliminaram assim os algarvios da competição.

Esta noite, arriscamos, ninguém dorme na Sertã. Depois de eliminar o Oleiros nas grandes penalidades, o Moncarapachense após prolongamento e o Vitória Sernache também nas grandes penalidades, o Sertanense elimina agora o Farense e está nos oitavos-de-final da Taça de Portugal.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.