"Sempre fomos, somos e seremos a favor do VAR. Achamos que no futebol português é uma ferramenta muito importante. Hoje estavam no VAR dois árbitros, não sei se será preciso um terceiro e um quarto, mas pelo menos tem de haver um que saiba as regras", disse o dirigente.

Aos 10 minutos, Carlos Xistra assinalou falta de Pedro Sá sobre o avançado Luiz Phellype à entrada da área.

Depois de rever o lance por indicação do videoárbitro, marcou penálti, mas, após três minutos de paragem, consultou de novo as imagens e reverteu a decisão devido a uma falta de Thierry Correia no início do lance.

"O que aconteceu hoje aqui no lance do Luiz Phellype, achamos grave e lamentamos", acrescentou Hugo Viana na zona mista após a partida, numa declaração sem direito a perguntas.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.