Pelo segundo ano consecutivo, o líder do ranking da Soccerex 20 U21 Report 2019 é Kylian Mbappé. A estrela do Paris Saint-Germain que no ano passado se sagrou campeã do mundo, na Rússia, é avaliada em 261,6 milhões de euros. O número impressiona sobretudo quando o colocamos ao lado do segundo classificado, o extremo inglês do Borussia Dortmund, Jadon Sancho, avaliado em 120,3 milhões de euros, ou de Matthijs De Ligt, central internacional holandês do Ajax, que fecha o pódio deste ranking com uma avaliação de 74,5 milhões de euros. Mbappé vale mais do dobro de Sancho e o triplo de De Ligt.

Mas curiosamente, não é o destacadíssimo valor do jovem francês a impressionar nos primeiros lugares deste ranking. João Félix, pérola da formação encarnada, é aqui avaliado em 71,9 milhões de euros. Um valor a 54,1 milhões de distância do valor pelo qual o internacional português foi transferido para o Atlético de Madrid.

O relatório da Soccerex  encontra explicação para tal disparidade no nível atual do mercado de transferências na Europa, que é potenciado pelas receitas da UEFA Champions League, que permitem o pagamento de valores elevados e superiores aos de mercado de vários jogadores. Para além disso, o facto de se tratar da ativação de uma cláusula de rescisão, sugere que se tratou de um negócio extraordinário para os encarnados.

Soccerex Europe | 5-6 de setembro | Oeiras

Um dos maiores eventos dedicados à indústria do futebol vai passar este ano por Oeiras.

Mais de 1.500 delegados, 70 expositores e 90 oradores vão estar em Oeiras para aprender, partilhar ideias e criar oportunidades de negócio, num debate centrado no futuro do Futebol na Europa.

Saiba mais detalhes no site oficial e fique a par do programa do evento realizado em parceria com a Federação Portuguesa de Futebol e o apoio da Liga Portugal.

A propósito do relatório publicado, o Diretor de Marketing da Soccerex, David Wright, referiu: “Apesar da avaliação de João Félix parecer estranha face ao valor pago pelo Atlético de Madrid, acreditamos que esta disparidade se deve, acima de tudo, à vontade do clube investir num jovem talento, pelo que acreditamos que a nossa avaliação está mais próxima do valor real do jogador, apesar de reconhecermos que poderá atingir níveis de sucesso que venham a revelar que este negócio foi um achado”.

Para além do português , no top 20 deste ranking figuram três jogadores (Christian Pulisic, Éder Militão, Rodrygo) que já foram transferidos desde o início do ano com apenas uma diferença de cinco milhões de euros entre o valor da aquisição e a avaliação deste relatório da Soccerex.

Domínio inglês, deserto espanhol e zero pontas-de-lança

Resultado das vitórias recentes nos mundiais de sub-17 e sub-20, Inglaterra é o país que mais domina este relatório, com Jordan Sancho à cabeça. A França é o segundo país mais representado, com quatro jogadores, seguido do Brasil com três, Itália com dois e Portugal, Holanda, EUA, Alemanha e Nigéria com um.

De salientar ainda que, pela primeira vez, este relatório não tem qualquer jogador espanhol, mas a La Liga terá cinco atletas no top-20, considerando já as transferências de Rodrygo e Éder Militão para o Real Madrid neste verão, para além de Félix para os colchoneros.

Percorra a galeria e conheça o ranking completo:

Em termos de ligas, a Premier League domina com seis jogadores, onde não se inclui Pulisic dado que a avaliação foi feita ainda como jogador no Dortmund. Das outras ligas das Big Five, a Bundesliga tem quatro jogadores, enquanto a Serie A e a Ligue 1 têm dois. Da Liga NOS, Félix e Militão foram avaliados tendo em conta as suas prestações no Benfica e Porto, respetivamente, mas passam a pertencer à LaLiga em 2019/2020.

Como curiosidade final, o relatório não tem, pela primeira vez, qualquer ponta-de-lança no top-20, sendo Mbappé o único que encaixa nesse papel, apesar de ser um avançado móvel, essencialmente. O ranking é dominado por extremos e avançados móveis, com nove jogadores, seguido de médios centro e médios ofensivos, num total de seis. Defesas estão quatro e apenas um Guarda-Redes, o italiano Donnarumma, pelo quarto ano seguido.

Esta é a quinta edição deste relatório anual que usa o Prime Time Sport’s Football Value Index, que avalia jogadores nascidos após o dia 1 de janeiro de 1998. O relatório tem em conta a idade do jogador, a posição, o clube atual, a extensão do contrato, a perceção de valor de mercado, o número de internacionalizações, os minutos jogados, golos marcados, lesões e qualidade técnica, dados recolhidos de diferentes fontes oficiais, para atingir os valores finais de cada jogador.

Newsletter

As notí­cias não escolhem hora, mas o seu tempo é precioso. O SAPO 24 leva ao seu email a informação que realmente importa comentada pelos nossos cronistas.

Notificações

Porque as noticias não escolhem hora e o seu tempo é precioso.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.