Três semanas depois da derrota em Old Trafford, por 2-0, e com inúmeros jogadores ausentes por lesão, os ‘red devils’ começaram a operar a reviravolta no Parque dos Príncipes logo aos dois minutos, por intermédio do belga Romelu Lukaku, que aproveitou um erro do alemão Kherer para se isolar e bater Buffon.

O PSG, ainda ‘órfão’ de Neymar, lesionado, iria empatar o jogo aos 12 minutos, através do espanhol Juan Bernat, só que, aos 30 minutos, o experiente guardião italiano ‘Gigi’ Buffon teve uma má abordagem a um remate de Rashford e deixou a bola à mercê para Lukak bisar.

A formação de Manchester continuava em desvantagem na eliminatória e, quando pouco ou nada o fazia prever, beneficiou de uma grande penalidade, aos 90+3 minutos.

O internacional sub-21 português Diogo Dalot, que tinha rendido o lesionado Eric Bailly, aos 36 minutos, rematou e a bola foi embater na mão de Kimpembe. Na conversão, Rashford, de 21 anos, não ‘tremeu’ no frente-a-frente com Buffon, de 41, e colocou os ingleses nos ‘quartos’.

Os ‘red devils’ voltam a marcar presença nos quartos de final da prova ‘milionária’ cinco anos depois, enquanto o Paris Saint-Germain cai nos ‘oitavos’ pelo terceiro ano seguido, depois de ter sido eliminado por FC Barcelona (2016/17) e Real Madrid (2017/18).

Esta é a terceira vez consecutiva que o PSG cai de forma dolorosa nos oitavos de final deste torneio. Há dois anos, no Camp Nou, a equipa parisiense também deixou escapar uma classificação que estava encaminhada ao ser goleado por 6 a 1 pelo Barcelona depois de vencer o jogo de ida por 4 a 0.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.