O presidente francês Emmanuel Macron escreveu este domingo no Twitter um "OBRIGADO" à seleção do seu país pela conquista do Mundial da Rússia 2018 após a vitória sobre a Croácia por 4-2 na grande final do torneio.

O chefe de Estado, que acompanhou a partida em Moscovo, receberá os jogadores e as suas famílias no Palácio do Eliseu na segunda-feira.

Uma explosão de alegria tomou conta da França após o final de partida.

Em poucos minutos, os Campos Elíseos de Paris foram 'assaltado' por uma multidão que festejava a conquista do Campeonato do Mundo pela sua seleção.

Em 1998, mais de um milhão de pessoas festejaram a vitória dos bleus.

Da "fan zone" da Torre Eiffel até os centros de cidades como Lyon, Lille e Marselha, passando pelo estádio de Bordéus, milhões de torcedores franceses gritavam e pulavam de alegria, um gesto que tomou conta de todo o país.

Os sinos de Notre-Dame foram tocados para assinalar a vitória.

No Carillon, um dos bares que foi alvo dos atentados jihadistas de novembro de 2015, os clientes comemoraram com cerveja e muita alegria.

"Ser campeão do mundo aqui é simbólico", afirmou Benoît Bardet, um técnico de informática que confessou não ser exatamente um fã de futebol.

"Vir aqui com meus amigos era uma forma de recordar os atentados e de mostrar que Paris nunca morre", explicou.

Newsletter

As notí­cias não escolhem hora, mas o seu tempo é precioso. O SAPO 24 leva ao seu email a informação que realmente importa comentada pelos nossos cronistas.

Notificações

Porque as noticias não escolhem hora e o seu tempo é precioso.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.