“Esta é uma festa desporto, que junta todos nós em prol de uma causa”, disse à Lusa Carlos Almeida, coordenador da Helpo em Moçambique, falando à margem da corrida, que juntou cerca de 150 crianças, com idades entre os seis e 12 anos.

Além do calçado que a organização vem angariando desde agosto para doar nos vários países africanos onde o evento é promovido, as crianças receberam uma pasta com material escolar.

“A intenção é, através do desporto, fazer com que as crianças percebam o valor da escola”, acrescentou Carlos Almeida, lembrando que esta é a primeira vez que a Helpo, que atua em Moçambique desde 2008, realiza este evento em Maputo.

Por sua vez, Patrícia Mamona, embaixadora da 6.ª Corrida Solidária Internacional, disse à Lusa que estas iniciativas são importantes para o desenvolvimento das crianças, além de ser uma oportunidade para a descoberta de novos talentos.

“É uma iniciativa que, além de desenvolver o desporto, apoia crianças carenciadas”, afirmou a recordista nacional e campeã europeia do triplo salto, observando que Moçambique é um paraíso de talentos.

Desta forma, Patrícia Mamona espera que “o apoio ao desporto seja uma prioridade” em Moçambique, já que notou que “há muitas crianças com uma disposição física fenomenal”, acrescentando que associar o desporto à escola em projetos como estes é fundamental para o desenvolvimento das crianças.

No total, cerca de cinco mil pares de calçado foram arrecadados em iniciativas promovidas pela Helpo, para serem distribuídos a crianças e jovens carenciados de Moçambique e São Tomé e Príncipe.

Em Moçambique, além de Maputo, o calçado será distribuído nas cidades de Nampula, Pemba e Ilha de Moçambique, onde a Helpo também tem atividade.

A Helpo é uma organização não-governamental que atua desde 2008 em Portugal, Moçambique e São Tomé e Príncipe, para a promoção do desenvolvimento através do investimento na educação, como meio de melhorar a qualidade de vida das crianças.

A organização desenvolve os seus projetos em 38 comunidades, maioritariamente rurais, nas áreas da educação, nutrição e educação para a saúde, tendo como principal fonte de financiamento o Programa de Apadrinhamento de Crianças à Distância, que chega a mais de 16 mil jovens

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.