O nono jogador da hierarquia europeia, e 26.º mundial, começou por eliminar o austríaco Daniel Habesohn (11.º na Europa, 31.º do mundo) por claros 4-0, por 11-0, 11-7, 11-9 e 11-5.

Depois, já entre os oito melhores da prova, que venceu em 2014 e foi segundo em 2015, acabou por cair ante o croata Tomislav Pucar, 12.º jogador europeu, por 4-1 (11-4, 9-11, 11-7, 6-11, 14-16 e 12-14).

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.