Gabriel Lopes foi sétimo na sua série, com um tempo de 1.58,56 minutos, e Alexis Santos foi oitavo na sua, com 1.59,32, numa distância em que o mais rápido foi o norte-americano Michael Andrew, com 1.56,40.

Os dois nadadores falharam ainda o recorde nacional, estabelecido por Alexis Santos em 2019, cifrado em 1.58,19 minutos, com a participação portuguesa na natação a prosseguir na quinta-feira, com Tamila Holub, na qualificação dos 800 livres.

Minutos antes, Santos falhou a qualificação para as meias-finais da prova dos 200 metros costas. Santos foi sexto da sua série, com um tempo de 1.58,58 minutos, a mais de um segundo do recorde nacional que o próprio estabeleceu em junho, e a mais de um segundo do vencedor, a ‘estrela’ norte-americana Ryan Murphy.

O resultado no Centro Aquático de Tóquio faz com que falhe as meias-finais da prova, encerrando a participação nos Jogos Olímpicos, nos quais bateu o recorde nacional em outra qualificação, nos 100 metros costas, agora fixado em 54,35 segundos.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.