Los Angeles Lakers vs. Portland Trailblazers

Limitar LeBron James é difícil. Limitar um LeBron James que não foi aos playoffs na época passada e quer juntar mais um título ao seu legado é impossível. Se a isto juntarmos um tal de Anthony Davis, não há nada a fazer. Tentar fazê-lo com o plantel dos Trailblazers é mesmo um exercício de ficção. A equipa de Portland já ganhou a época, ao conseguir o apuramento para os playoffs. Damian Lillard tem estado imparável, C.J. McCollum brilhou no play-in com os Memphis Grizzlies, Carmelo Anthony tem sido "clutch", Gary Trent Jr. está com a pontaria afinada e Jusuf Nurkic nem parece ter estado lesionado. Continua a ser demasiado curto. Ainda assim, o maior adversário dos comandados por Frank Vogel não vem do outro lado do campo. Só os próprios Lakers podem boicotar as suas hipóteses de seguir em frente, mas os playoffs são um bicho diferente.

Previsão: Los Angeles Lakers 4-1 Portland Trailblazers

Los Angeles Clippers vs. Dallas Mavericks

A química entre os jogadores - ou ausência dela - é uma questão que afeta o rendimento dos Clippers, mas os texanos têm sido um dos fregueses preferidos da equipa treinada por Doc Rivers. Kawhi Leonard, Paul George e Patrick Beverly colocaram um alvo na testa de Luka Dončić e, nos três jogos mais recentes entre as duas equipas, o prodígio esloveno não conseguiu libertar-se da intensidade defensiva do trio dos californianos, revelando pouca eficácia (42.6% de lançamentos de campo e 27.3% nos triplos). O regresso do poste Montrezl Harrell - só recentemente entrou na "bolha" depois do falecimento da avó - é sinónimo de um aparente regresso à normalidade para os Clippers e nem a boa forma do letão Kristaps Porzinģis deverá ser suficiente para os Mavs serem minimamente competitivos frente a um dos principais candidatos ao título.

Previsão: Los Angeles Clippers 4-0 Dallas Mavericks

Denver Nuggets vs. Utah Jazz

A grande notícia da retoma para os lados de Denver não foi a perda de peso de Nikola Jokic, nem sequer a surpresa chamada Bol Bol. A grande notícia da retoma para os lados de Denver é mesmo a consistência de Michael Porter Jr., que tem feito esquecer as várias ausências por lesão do plantel sob comando de Mike Malone. Porter Jr. é mesmo uma superestrela "in the making" (22.0 pontos por jogo na "bolha", com eficácias de 55.1% de lançamentos de campo e 42.2% nos três pontos) e estes playoffs podem ser um momento de afirmação, sobretudo agora que Jamal Murray está de regresso e MPJ terá menos atenções sobre si. Para os Utah Jazz, que já não contam com o lesionado Bojan Bogdanović e estão sem o base Mike Conley - foi pai este domingo - durante, pelo menos, os primeiros dois jogos da série, a passagem por Orlando está perto do fim.

Previsão: Denver Nuggets 4-1 Utah Jazz

Oklahoma City Thunder vs. Houston Rockets

Quanto tempo Russell Westbrook ficará de fora das quatro linhas? Não sabemos ao certo, mas os Rockets falam em "first few games". Se formos otimistas e considerarmos "first few games" como apenas dois jogos de ausência, o fardo que vai cair sobre os jogadores-dos-Rockets-não-chamados-James-Harden poderá ser suportado, mas será mais difícil aguentar toda uma eliminatória sem o homem que regista triplos-duplos com a mesma naturalidade com que eu duvido que jogar sem postes pode levar os texanos a um título. Até porque os Thunder são mais do que apenas uma boa surpresa, têm vários bons defensores para atirar para cima do barbudo e Chris Paul quer vingança por ter sido trocado de Houston para Oklahoma City.

Previsão: Oklahoma City Thunder 4-2 Houston Rockets (e Steven Adams termina a série com uma média superior a 15 ressaltos por jogo)

Milwaukee Bucks vs. Orlando Magic

O desempenho dos Bucks, desde a retoma, tem deixado um pouco a desejar e, enquanto espera pela nomeação de MVP pelo segundo ano consecutivo, Giannis Antetokounmpo tenta resolver os problemas com a cabeça (em Moritz Wagner), mas a equipa orientada por Mike Budenholzer continua apostada em ganhar um título, até porque o último troféu Larry O'Brien na vitrine dos Bucks já tem algum pó acumulado desde 1971. Os Magic vão querer desestabilizar o "Greek Freak", mas também podem tentar aproveitar a grande - e talvez única - lacuna defensiva da formação de Milwaukee: a defesa do lançamento exterior. Isso só seria possível se o conjunto de Orlando tivesse bons lançadores... e não tem. E perdeu Jonathan Isaac já na retoma, devido a lesão. Os Magic não vão ser grande oposição ao poderio dos favoritos Bucks.

Previsão: Milwaukee Bucks 4-0 Orlando Magic

Toronto Raptors vs. Brooklyn Nets

Só quem não acompanhou esta época poderá dizer que, depois de perder Kawhi Leonard (e Danny Green), os Toronto Raptors não têm quaisquer hipóteses de ganhar novamente o último jogo da temporada. A capacidade defensiva dos pupilos de Nick Nurse é acima da média e isso favorece a aposta nas transições rápidas, uma vez que têm mostrado dificuldades no 5x5 em meio campo. Os Nets deixaram fora da "bolha um cinco capaz de lutar pelo título: Kyrie Irving, Spencer Dinwiddie, Kevin Durant, Taurean Prince e DeAndre Jordan, mas voltaram a espremer sumo da fruta do chão e conseguiram vencer cinco dos oito jogos da fase regular jogados em Orlando. No entanto, a experiência dos campeões será decisiva e, embora a formação treinada por Jacque Vaughn talvez possa roubar um jogo, o regresso a casa será muito em breve.

Previsão: Toronto Raptors 4-1 Brooklyn Nets

Boston Celtics vs. Philadelphia 76ers

Uma presença nas Finais da NBA, para os Celtics, pode passar por derrotar 76ers, Raptors e Bucks. A falta de centímetros da equipa de Boston é um problema evidente e, por isso, as rotações defensivas terão que ser executadas na perfeição, pois será expectável que a estratégia de Brad Stevens passe por situações de 2x1 sobre os postes adversários (Joel Embiid, Marc Gasol e Giannis Antetokounmpo no caminho para as Finais). O joelho esquerdo de Kemba Walker ainda preocupa os adeptos dos Celtics, mas não tanto como a ausência de Ben Simmons e preocupará Brett Brown. Sem o base All-Star, o técnico dos 76ers terá que dar muitos minutos a Shake Milton e a rotação ficará ainda mais curta, o que deve favorecer os verdes ao longo de toda a série. Só um Embiid dominante pode inverter esta tendência, mas a saúde do poste é um ponto de interrogação.

Previsão: Boston Celtics 4-2 Philadelphia 76ers

Indiana Pacers vs. Miami Heat

A narrativa desta eliminatória é a rivalidade entre Jimmy Butler e T.J. Warren, mas a fascite plantar do extremo dos Pacers pode abrandá-lo ainda mais do que a estrela dos Heat. O treinador Erik Spoelstra orienta a equipa que melhor lança dos três pontos em toda a NBA e engane-se quem acha que a juventude do conjunto da Flórida é um handicap. Os miúdos de Miami têm estado à altura dos desafios, mas, mesmo que as mãos lhes tremam nos playoffs, Spo pode ir buscar ao banco a veterania de Goran Dragić, Andre Iguodala e Jae Crowder para juntar aos All-Stars Jimmy Butler e Bam Adebayo. Sem o lituano Domantas Sabonis e com a dupla Victor Oladipo e T.J. Warren a meio gás, os Pacers não podem sonhar em ir muito longe nos playoffs. E não vão mesmo.

Previsão: Miami Heat 4-1 Indiana Pacers

Newsletter

As notí­cias não escolhem hora, mas o seu tempo é precioso. O SAPO 24 leva ao seu email a informação que realmente importa comentada pelos nossos cronistas.

Notificações

Porque as noticias não escolhem hora e o seu tempo é precioso.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.